Dicas para as fotografias não aparecerem tremidas

 

tremida

Olá a todos!

Quer parecer-me que ainda não sabem como tirar fotografias sem estarem minimamente tremidas, acertei? Não, não sou adivinho, apenas recebi alguns e-mails de seguidores que gostariam imenso que lhes ajudasse a evitar tirar fotografias tremidas, o que, por vezes, admito, não é fácil. Mas tudo é possível! Querem saber como? Então fiquem muito atentos a estas dicas simples e fáceis de aplicar.

 

Uso de um tripé

Um tripé é uma das soluções mais seguras para garantir que as vossas fotografias não fiquem tremidas. Porém, eu até compreendo que andar com um objecto destes atrás não é muito agradável, devido ao peso e ao tamanho, sobretudo se estão com os vossos amigos num convívio e apenas querem ter algumas fotografias para recordação. No entanto, caso estejam a trabalhar em algo mais sério, por exemplo, a fazer algum trabalho que exija uma excelente qualidade de imagem, então este é um recurso que devem levar em grande conta.

 

Uso de um selfie stick

Um selfie stick é também uma grande mais-valia para vocês, apesar de ser considerado por muitos como mais um objecto da moda, também por se encontrar em qualquer loja que venda acessórios de fotografia. Mas, para além de permitir a captação de imagens em ângulos mais complicados, ou mesmo em grandes planos, um selfie stick permite uma maior fixação da câmara (neste caso da câmara do telemóvel). Isto acontece, porque, ao pegarem no stick, e não directamente no telemóvel, têm uma maior estabilidade nas mãos, o que, consequentemente, provoca uma maior firmeza na captação das imagens.

 

Alteração das definições da câmara

Se, por um lado, ter o cuidado de focar a imagem (caso a câmara não tenha um foco automático) já é suficiente para que a fotografia não apareça tremida, por outro, a focagem pode não ser a única característica da máquina a ter que ser tida em conta. As câmaras fotográficas, quer as que são incorporadas nos telemóveis, como as profissionais, têm inúmeras configurações a considerar. Contudo, a maioria das pessoas não se dá ao trabalho de lhes dar importância, pois chega-lhes trabalhar com o básico. Porém, não há nada mais errado do que isso, visto que uma das configurações mais importantes é mesmo o estabilizador, que pode não ser automático e precisar de uma activação. Neste sentido, aconselho-vos a verificarem cuidadosamente todas as configurações das vossas câmaras e a usarem-nas nos momentos devidos, pois podem potenciar um resultado ainda melhor nas vossas fotografias.

 

Não é necessário serem grandes fotógrafos para conseguirem fotografias com imagens estáveis e de cortar a respiração. É preciso algum jeitinho, claro, mas apenas isso. O resto aprendem com o tempo e com a prática. Pelo menos, no que diz respeito aos tremores das imagens, já sabem o que fazer! :)

Ficaram com alguma dúvida? Deixem-na num comentário para que consiga responder!

Até à próxima e boas fotografias!

PS: A imagem pertence ao site fotografar.pt